67 solar

Após pedido de Prefeito Akira, antiga Soceppar iniciará as atividades em Bataguassu gerando 100 empregos

Serão gerados ao menos 100 empregos diretos

Por Cidades na Web em 15/01/2022 às 20:48:04


O Governo do Estado viabilizou na manhã desta sexta-feira (14) a reativação da antiga Soceppar em Bataguassu. Com o novo nome, a Socind atuará na indústria esmagadora de soja e irá gerar cerca de 100 empregos diretos no município.

Desde o inicio do mandato, o prefeito Akira Otsubo vem pleiteando junto ao governo do Mato Grosso do Sul as condições ideais para a reativação da indústria.

Atualmente, a Socind já havia realizado a revitalização da unidade industrial para atuação na armazenagem de grãos e aguardava a retomada das operações da indústria.

Nesta sexta-feira (14), o secretário Jaime Verruck, da Semagro/MS (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), juntamente com o prefeito Akira Otsubo e os empresários assinaram o termo de acordo para concessão de incentivos fiscais que viabilizam os investimentos necessários para a reativação total da indústria.

"É uma planta industrial que estava com suas atividades paralisadas há 12 anos e que agora, por meio da ação do governador Reinaldo Azambuja, será reativada e vai gerar cerca de 100 empregos diretos em Bataguassu", comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro.

A empresa Aliança Agrícola do Cerrado irá investir R$ 18 milhões na reativação da planta industrial da Socind (antiga Soceppar). A indústria deve iniciar suas operações em maio de 2022 com estimativa de produção anual de 375 mil toneladas de farelo de soja, 100 mil toneladas de óleo degomado e 15 mil toneladas de casca de soja. A previsão é de que sejam abertas 100 vagas de trabalho nos próximos meses.

Tags:   Bataguassu
Comunicar erro
anuncie

Comentários