67 solar

Ex-goleiro Bruno tem prisão decretada por juiz de MS por dívida em pensão ao filho com Eliza Samudio

Por Cidades na Web em 27/05/2022 às 22:19:12

A decisão foi assinada pelo juiz da 6ª vara de família e sucessões, Alexandre Tsuyoshi Ito. Além da prisão, o magistrado decretou o pagamento de pensão alimentícia pendente em mais de R$ 70 mil. Eliza Samudio e o ex-goleiro Bruno Fernandes

Reprodução / Arquivo Pessoal / TV Globo

O ex-goleiro Bruno teve a prisão decretada por falta de pagamento de pensão alimentícia ao filho Bruninho, que ele teve com Elisa Samudio. Ela desapareceu em 2010 e seu corpo nunca foi encontrado. O mandado foi expedido nesta sexta-feira (27) pelo juiz da 6ª vara de família e sucessões de Mato Grosso do Sul, Alexandre Tsuyoshi Ito.

Compartilhe no WhatsApp

Compartilhe no Telegram

Na decisão, o juiz determina o pagamento de, aproximadamente, R$ 70 mil referentes a dois salários-mínimos por mês desde janeiro de 2020, em valores atualizados. O magistrado determina que Bruno permaneça preso até que "efetue a quitação de todas as parcelas pendentes ou pelo prazo máximo de 3 meses", como diz o documento na qual o g1 teve acesso.

Mesmo preso, o pagamento é considerado necessário, como o juiz explica na decisão. Apenas com a quitação do débito por pensão alimentícia, a prisão pode ser suspensa. O processo referente pensão alimentícia corre na Justiça desde 2012.

LEIA TAMBÉM

Mãe de Eliza Samudio pede ajuda na internet após marido entrar em estado vegetativo

Filho do goleiro Bruno com Eliza Samudio completa 12 anos sem nunca ter recebido pensão do pai, afirma avó

Mais de 10 anos após morte, mãe de Eliza Samúdio ainda espera achar corpo: 'Penso várias vezes ao dia'

O g1 procurou Sônia Moura, mãe de Eliza Samudio e quem tem a tutela de Bruninho, que não quis comentar a decisão. A defesa de Bruno não respondeu ao g1 até a publicação da reportagem.

Avó fez 'vakinha' para levantar dinheiro

Sônia luta para manter a casa em que mora com o neto.

Reprodução/RedesSociais

Bruninho, filho do goleiro Bruno Fernandes e de Eliza Samúdio, tem 12 anos. De acordo com a avó materna, o garoto nunca recebeu pensão alimentícia do pai, condenado pelo homicídio triplamente qualificado de sua mãe. O crime tem a mesma idade do filho do casal, e o corpo de Eliza nunca foi encontrado.

Bruninho tinha quatro meses quando a mãe, com 25 anos na época, desapareceu. Ele chegou a ser sequestrado e mantido em cárcere privado, crimes pelo qual Bruno foi condenado também. Após ser resgatado, a criança foi entregue à avó materna, Sônia Moura, com quem vive desde então em Campo Grande (MS).

Em abril, o esposo Hernane Silva de Moura, morreu. Antes da morte, Sônia fez uma "vakinha" on-line para conseguir levantar dinheiro. Sônia pedia ajuda para custear os gastos domésticos e manter as despesas do neto Bruninho.

Bruno vende açaí no RJ

Goleiro Bruno recepcionou convidados e atendeu servindo lanches na loja de açaí em São Pedro da Aldeia

Arquivo Pessoal

O ex-goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes das Dores de Souza, inaugurou uma loja de açaí, em fevereiro deste ano, na cidade de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio. Na época, ele recepcionou convidados e serviu lanches aos clientes. O goleiro cumpre pena em regime aberto pelo assassinato de Eliza Samudio, ocorrido em 2010. O corpo nunca foi encontrado.

Fotos mostram Bruno no atendimento e o espaço enfeitado com bolas de festa. No Instagram oficial do goleiro foram publicados stories da inauguração.

Em um dos vídeos, um cliente, ao lado de Bruno, cumprimenta os internautas e diz: "Campeão em 2009, olha o que que ele tá aprontando aqui na Região dos Lagos (...) Fale aê, Brunão, novo empreendimento...".

Veja vídeos de Mato Grosso do Sul:

Fonte: MS

Comunicar erro
anuncie

Comentários