67 solar

Prefeito Akira participa do Fórum sobre Rota Bioceânica em Campo Grande

Por Cidades na Web em 26/05/2022 às 19:16:18

O prefeito de Bataguassu, Akira Otsubo (MDB) participou nesta quinta-feira, dia 26 de maio, da abertura do 1° Fórum de Integração dos Municípios do Corredor Bioceânico.
Organizado pelo Ministério das Relações Exteriores, Governo do Estado, Frente Parlamentar Internacional do Corredor Bioceânico, Itamaraty e Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), o evento está sendo realizado na Assembleia Legislativa e reúne autoridades dos países da América do Sul (Brasil, Paraguai, Argentina e Chile) envolvidos na Rota Bioceânica, que está em construção.
Durante o evento, Akira destacou a importância da Rota Bioceânica para o Estado de Mato Grosso do Sul. “Temos a oportunidade de ter mais desenvolvimento para nosso Estado, o que refletirá positivamente para todos os municípios com essa nova perspectiva de mercados”, disse o prefeito, que esteve presente no evento acompanhado pelos vereadores bataguassuenses Eliane Souza (PSDB) e Jaime do XV (Podemos).

Foto Edson Ribeiro / Assomasul

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse que o momento é histórico, com as obras avançadas no Paraguai e o início da construção da ponte entre Porto Murtinho (MS) e Carmelo Peralta (PY). “Na prática, a cada passo em que a Rota Bioceânica se afirma como uma nova realidade, vamos tirando do papel e do nosso imaginário coletivo um sonho antigo, acalentado por diferentes gerações de brasileiros, paraguaios, argentinos e chilenos. A Rota Bioceânica não apenas abre as portas do vasto centro-oeste brasileiro à América do Sul, mas também aproximará nossa produção, nosso comércio, nosso turismo e a nossa cultura milenar”.
O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto França, explicou que o Corredor Bioceânico é um projeto estratégico para o Brasil e América do Sul e contribuirá para integração dos Estados e municípios ao fluxo internacional de comércio.

“O Corredor vai muito além da construção de uma via de transporte. Será uma plataforma de integração territorial e desenvolvimento social, capaz de beneficiar as comunidades locais, por meio de fluxos de comércio e geração de empregos. Graças aos convênios que serão firmados pelas autoridades de Chile, Argentina e Paraguai, construiremos um novo eixo de desenvolvimento econômico. A conexão entre o Brasil com os portos do norte do Chile, com o chaco paraguaio e os centros econômicos argentinos, inaugurará um novo eixo de dinamismo econômico”, salientou.

Foto Edson Ribeiro / Assomasul

Ainda, segundo França, o Centro-Oeste será transformado em um novo polo de distribuição e centro logístico. O ministro informou diante da importante relação Brasil-Ásia, já foi reforçado o pedido para que o País seja membro-observador na Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean). Ele ainda disse que a construção da ponte que ligará os municípios de Porto Murtinho (MS) e Carmelo Peralta (PY), deve ser iniciada em breve e concluída em novembro de 2024. Com extensão de 1.294 metros e investimento de US$ 102,6 milhões (cerca de R$ 504 milhões), custeado pela Itaipu Binacional, a ponte será construída pelo Consórcio PY-BRA, formado pelas empresas Tecnoedil, Paulitec e Cidade. “Nos próximos anos é possível que toda extensão do Corredor esteja em boa condição de tráfego”.
O presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa (PSDB) disse que o Corredor Bioceânico vai conferir a Mato Grosso do Sul a condição de um hub logístico principalmente pela exportação de carnes, grãos e produtos agroflorestais como papel e celulose.
Um dos destaques da abertura do evento foram as assinaturas dos convênios de “Cooperação Comercial, Econômica e Produtiva entre Municípios do Norte do Chile, Norte da Argentina, Chaco Paraguaio e Mato Grosso do Sul, Brasil” e o de “Cooperação Institucional para a Constituição de um Comitê de Promoção Turística entre Municípios do Norte do Chile, Norte da Argentina, Chaco Paraguaio e Mato Grosso do Sul, Brasil”.

Foto Edson Ribeiro / Assomasul

Participaram do evento o senador Nelsinho Trad, que é presidente da Frente Parlamentar Internacional do Corredor Bioceânico; além de embaixadores, cônsules e deputados estaduais entre outras autoridades.
O 1° Fórum de Integração dos Municípios do Corredor Bioceânico tem sequência até sexta-feira (27). O objetivo é promover o debate sobre o conjunto de benefícios proporcionados pelo projeto do Corredor Bioceânico, discutir acordos, convênios, logística, transporte, taxas aduaneiras, turismo, comércio, energia e mineração. Do Fórum sairá uma carta de intenções a ser encaminhada ao Itamaraty.

image_pdfImprimir Notícia

Adblock test (Why?)

Comunicar erro
anuncie

Comentários