67 solar

Mãe tira recém-nascido da UTI de maternidade de MS e sai com ele dentro de sacola

Por Cidades na Web em 26/01/2022 às 13:58:07

Bebê recebia medicação e se alimentava por sonda. No dia seguinte, foi internado em outro hospital. Maternidade Cândido Mariano, em Campo Grande

Maternidade Cândido Mariano/Divulgação

Um recém-nascido em tratamento na UTI-neonatal da Maternidade Cândido Mariano, em Campo Grande, foi retirado do hospital pela mãe, sem permissão dos médicos, na noite do último domingo (23).

A jovem, de 23 anos, conseguiu entrar no hospital, teve acesso à UTI, onde o filho era medicado e alimentado por meio de sonda e o retirou de lá. Ela o colocou em uma sacola e saiu da unidade de saúde tranquilamente, sem ser abordada pelos seguranças e sem levantar suspeitas dos funcionários.

À TV Morena, a direção da Maternidade informou que os vigias não podem revistar as pessoas que estão com bolsas e que a mulher teria se aproveitado de uma situação de pouco movimento. O hospital informou ainda que o caso foi pontual e que irá investir em treinamento para os funcionários.

A mãe pediu um carro de aplicativo, mas o motorista desconfiou, fez perguntas e então ela desistiu da corrida e seguiu a pé.

Na noite do dia seguinte, o mesmo recém-nascido deu entrada na Santa Casa, que não deu detalhes sobre o paciente e informou que o caso é acompanhado pela Promotoria da Infância e Juventude.

Ao g1, a avó do bebê contou que a filha ficou com medo de ter o filho levado para adoção e por isso o tirou do hospital. "Ela tirou sim a criança, não está certo [...] Apavoraram muito ela. Se tivessem me falado, eu teria ido conversar com ela", diz.

Parto

Segundo a Maternidade Cândido Mariano, a mãe da criança é de Ribas do Rio Pardo, tem histórico de consumo de drogas e o parto foi prematuro. Ela teve alta no domingo pela manhã, mas o filho ficou em tratamento. À noite, o retirou do hospital.

Segurança

Assim que funcionários perceberam a ausência do bebê, a polícia foi acionada e o Conselho Tutelar de Ribas do Rio Pardo avisado.

Foi verificado então que a mãe havia levado o filho para o hospital da cidade natal, de onde foi transferida para Santa Casa de Campo Grande.

Família

A avó do recém-nascido fala ainda que o pai e a mãe do neto são usuários de cocaína, mas que a filha havia dito a ela que estava sem fazer uso da droga para não prejudicar a criança. "Eu falei para ela não usar porque iria fazer mal para o menino. Que eu sei, ela não estava mais usando".

A jovem já tem outros dois filhos, de 6 e 8 anos, que são de responsabilidade da avó. "Tenho a guarda definitiva deles".

Fonte: MS

Comunicar erro
anuncie

Comentários